Menino fatura US$ 350 mil por mês com biscoito para cães

Por Portal do Holanda

07/11/2015 2h45 — em Economia

Quando Ryan Kelly tinha 10 anos, sua família adotou o beagle Barkley. Ao abrir um pacote de petisco comprado no pet shop, perceberam que tinha um cheiro horrível, conta o menino, que mora em Stamford, no Estado de Connecticut (EUA).

“Foi quando eu decidi que já era grande o bastante para saber do que meu melhor amigo precisava: de um biscoito melhor”, conta ele em seu blog.Ele visitou veterinários e foi para a cozinha com a mãe, Daniella. Fez experimentos com ingredientes naturais e produziu os primeiros petiscos caseiros. Barkley aprovou.


O menino começou a vender as guloseimas aos vizinhos, fazendo as entregas de bicicleta. Também vendia em eventos de adoção, em parceria com o abrigo local.

Nascia, assim, a Ryan’s Barkery –’Barkery’ é uma mistura de ‘bakery’ (padaria) e ‘bark’ (latido).

A grande guinada veio há pouco mais de dois anos, quando Ryan, aos 11, e a mãe foram ao programa de TV Shark Tank (Negociando com Tubarões), da rede ABC.

No reality show, empreendedores têm poucos minutos para apresentar suas ideias para uma plateia de cinco milionários e convencê-los a investir no negócio.

Ryan convenceu a empresária Barbara Corcoran, que aceitou investir US$ 25 mil (R$ 78 mil) no negócio em troca de 25% da empresa.

Os biscoitos são vendidos nos sabores cheddar, pasta de amendoim e abóbora com maçã – o de amendoim é o mais vendido.

Cada pacote com cerca de 230 gramas custa US$ 9,5 (cerca de R$ 35).

Atualmente, o produto é vendido em lojas, no site da empresa e também pela gigante do e-commerce Amazon. Infelizmente, só nos EUA.

Fonte: Blog Pet Money

O Portal do Holanda foi fundado em 14 de novembro de 2005. Primeiramente com uma coluna, que levou o nome de seu fundador, o jornalista Raimundo de Holanda. Depois passou para Blog do Holanda e por último Portal do Holanda. Foi um dos primeiros sítios de internet no Estado do Amazonas. É auditado pelo IVC e ComScore.

+ Economia