Lottenberg: Em jantar com Bolsonaro, Campos Neto citou reformas e Guedes, PIB

Por Estadão Conteúdo / Portal do Holanda

07/04/2021 22h57 — em Economia

O presidente do Conselho da Sociedade Beneficente Israelita Brasileira Albert Einstein, Claudio Lottenberg, narrou à CNN detalhes do jantar que reuniu empresários, ministros e o presidente Jair Bolsonaro na noite desta quarta-feira (7) em São Paulo.

Lottenberg ressaltou que o ambiente do jantar foi de cordialidade. Para ele, as falas do presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto, e do ministro da Economia, Paulo Guedes, lhe chamaram a atenção.

"Ele (Campos Neto) chamou a atenção para reformas estruturantes que aconteceram no período da pandemia e que não ocorreram em outros países, e essa é uma sinalização positiva a respeito do momento", contou Lottenberg. "(Paulo Guedes) Também fez uma constatação importante, que o País, a despeito do que se acreditava, teve PIB negativo, mas não tão negativo quanto se imaginava", prosseguiu.

O presidente do Conselho do Einstein elogiou ainda o ministro Marcelo Queiroga, ressaltando que o novo chefe da Saúde tem se mostrado preocupado com a questão da vacinação, do uso de máscaras e da necessidade de distanciamento social.

Lottenberg indicou, contudo, que a questão do lockdown generalizado - tido por epidemiologistas como uma medida urgente, mas que enfrenta críticas de Bolsonaro - não foi debatida. "Não polemizamos em relação a isso", disse.

Reforço

Em uma coletiva improvisadas após o jantar, cuja transmissão não foi feita na íntegra pelas emissoras de TV, Guedes repetiu o discurso de que a economia brasileira voltou em 'V' da primeira onda da covid-19 e ressaltou números da arrecadação e da geração de postos de trabalho no País.


O Portal do Holanda foi fundado em 14 de novembro de 2005. Primeiramente com uma coluna, que levou o nome de seu fundador, o jornalista Raimundo de Holanda. Depois passou para Blog do Holanda e por último Portal do Holanda. Foi um dos primeiros sítios de internet no Estado do Amazonas. É auditado pelo IVC e ComScore.

+ Economia