Siga o Portal do Holanda

Economia

Dólar sobe ante libra e euro com payroll e negociações entre EUA e China

Publicado

em

O dólar subiu ante a maioria das moedas rivais nesta sexta-feira, mas recuou ante o iene, em meio ao apetite por risco no exterior após dados bem acima do esperado do mercado de trabalhado dos Estados Unidos em novembro e sinais de avanço nas discussões comerciais sino-americanas.

Próximo ao horário de fechamento das bolsas de Nova York, o dólar caía a 108,57 ienes, o euro recuava a US$ 1,1061 e a libra depreciava a US$ 1,3138. O índice DXY, que mede o dólar ante outras divisas principais, subiu 0,30%, a 97,700 pontos.

O otimismo no mercado internacional foi apoiado pela divulgação do relatório de emprego dos EUA (payroll) nesta manhã. O documento mostrou criação de 266 mil postos de trabalho no mês passado, acima da mediana das estimativas de analistas consultados pelo Projeções Broadcast, de aumento de 183 mil vagas. A taxa de desemprego nos EUA caiu de 3,6% em outubro para 3,5% em novembro e seguiu no menor nível em 50 anos.

"O payroll se mostrou uma surpresa para o lado positivo, o que poderia proporcionar um impulso de curto prazo ao dólar antes do fim de semana", comentou o gerente corporativo de Hedge do Western Union, Joshua Tadbir, após a divulgação do indicador.

Já sobre a guerra comercial entre as duas maiores economias do mundo, o diretor do Conselho Econômico Nacional americano, Larry Kudlow, disse no fim da manhã que as conversas entre Washington e Pequim são "quase diárias" e que o acordo preliminar entre os dois países está "muito próximo". Mais cedo, o Ministério de Finanças da China já havia informado que o país asiático isentará de tarifas parte da soja, da carne de porco e de outras commodities importadas dos EUA.

A libra, segundo o analista do Western Union, pode ter sofrido uma realização de lucros hoje. Na avaliação de Tadbir, apesar da queda pontual, o "incrível" desempenho da divisa nas últimas semanas "mostra o quão influentes são as manchetes políticas para a moeda do Reino Unido no momento", já que a força da libra se deve à vantagem do Partido Conservador em pesquisas de opinião sobre a eleição de 12 de dezembro no país. Uma vitória do partido do primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, é vista como um sinal de que o acordo dele para o Brexit será aprovado.

Ante divisas emergentes, o dólar recuava a 19,3136 pesos mexicanos, a 14,6316 rands sul-africanos e a 59,8870 pesos argentinos, no final da tarde em Nova York, em meio ao apetite por risco.

Bolsonaro coloca farda em cabide de emprego e escancara jogo de poder

Para compartilhar este conteúdo, utilize o link ou as ferramentas oferecidas na página. Textos, fotos, artes e vídeos do Portal do Holanda estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral.

Copyright © 2006-2019 Portal do Holanda.