Cinema, bar e restaurante são prioridades para brasileiro pós-Covid, diz pesquisa

Por Folha de São Paulo / Portal do Holanda

23/09/2021 14h36 — em Economia

BRASÍLIA, DF (FOLHAPRESS) - O brasileiro tem muita vontade de voltar à vida normal, especialmente ir ao cinema, frequentar bares e restaurantes, além de fazer compras em lojas físicas. Mas como ele perdeu renda durante a pandemia, este retorno vai ser comedido.

Estas são algumas das principais conclusões de um estudo da consultoria Bain & Company feito em maio com 2.000 brasileiros para saber quais atividades as pessoas estão mais dispostas a retomar com o fim das restrições impostas pela pandemia de Covid-19.

De acordo com o levantamento, o que os consumidores mais têm vontade de fazer é ir ao cinema (57%), frequentar bares e restaurantes (65%) e fazer compras em lojas físicas (40%). Durante a pandemia, 79%, 65% e 60% das pessoas, respectivamente, deixaram de realizar essas atividades.

"Mas diferentemente dos Estados Unidos e da Europa, onde mais consumidores aumentaram suas economias durante a pandemia, os brasileiros viram sua renda diminuir no período", diz Federico Eisner, sócio da Bain & Company.

"No Brasil, a retomada vai encontrar consumidores com muito menos dinheiro no bolso", diz Eisner. E isso vai impactar diretamente o ritmo do retorno das atividades. "Nos Estados Unidos, por exemplo, os restaurantes já chegaram a 86% do nível de reservas de antes da pandemia".

No Brasil, os que não fecharam as portas, ainda estão em processo de retomada. "As pessoas querem voltar a frequentar os restaurantes, mas perceberam que fazer comida em casa sai muito mais em conta", afirma Eisner.

Em entretenimento, diz o pesquisador, o levantamento não é conclusivo a respeito das tendências. "Muitos brasileiros querem voltar aos cinemas, mas já gastaram com serviços de streaming por conta da pandemia", afirma. "A dúvida é se eles vão manter os serviços, diante do fim das restrições", diz Eisner, que aposta em uma redução no tempo gasto com videogames.

Entre os maiores desejos de consumo dos brasileiros com o fim das restrições, também estão participar de um grande evento social (41% dos entrevistados), se hospedar em um hotel (39%) e até mesmo de voltar a ir ao cabeleireiro, ou qualquer outro compromisso que não seja essencial (38%).

"As atividades que apresentarem menos risco de contaminação são as que o consumidor vai voltar mais depressa", diz.

Mais de 40% ganharam peso durante a pandemia O levantamento da Bain & Company também apontou que cerca de 80% dos consumidores estão mais preocupados com a saúde do que antes da pandemia. Ainda assim, o ponteiro da balança subiu.

Mais de 40% dos consumidores brasileiros relataram ganhar peso durante a pandemia, informa o levantamento, o que sugere desequilíbrios no estilo de vida

Ainda assim, o levantamento apontou que quase metade dos consumidores relatou comer alimentos mais saudáveis durante o período de confinamento, da mesma maneira que tentaram entrar em forma -muitas vezes usando aplicativos de exercícios- e procuraram beber menos.

"O brasileiro é mais sociável que o americano, por exemplo, e tende a retornar para as academias com o fim das restrições", diz Eisner. "Essa também é uma das tendências apontadas pela pesquisa".


O Portal do Holanda foi fundado em 14 de novembro de 2005. Primeiramente com uma coluna, que levou o nome de seu fundador, o jornalista Raimundo de Holanda. Depois passou para Blog do Holanda e por último Portal do Holanda. Foi um dos primeiros sítios de internet no Estado do Amazonas. É auditado pelo IVC e ComScore.

+ Economia