Siga o Portal do Holanda

Brasil

Temer diz ter 'quase absoluta certeza' de que Câmara o absolverá

Publicado

em

Foto: Reprodução

BRASÍLIA - Primeiro presidente da História do Brasil a ser denunciado no exercício do mandato por crime cometido durante o governo, Michel Temer diz estar "animadíssimo" e ter "quase absoluta certeza" de que a Câmara derrubará a denúncia de corrupção passiva contra si. Nesta segunda-feira, em entrevista à rádio "BandNews", Temer não comentou a prisão hoje de Geddel Vieira Lima, ex-ministro palaciano e amigo há décadas.

— Estou animadíssimo. Essas coisas que acontecem me revitalizam — declarou Temer, ironizando que até o cachorro do Palácio do Jaburu estaria abatido. 

O peemedebista voltou a atacar a denúncia do procurador-geral da República, Rodrigo Janot. São necessários votos de 342 deputados para que o processo criminal contra Temer siga adiante e volte ao Supremo Tribunal Federal (STF), cujo plenário analisará se torna Michel Temer réu. Caso isso aconteça, ele é afastado da Presidência por até seis meses, enquanto é julgado por corrupção passiva. A Corte ainda investiga o presidente por organização criminosa e obstrução de Justiça.

— Tenho esperança, quase absoluta certeza, de que vamos ter sucesso na Câmara — disse o presidente, emendando:
— Quando você analisa a denúncia, você vê logo sua inépcia. É frágil, inconsistente. 
Além de ser o primeiro presidente da História brasileira a ser denunciado por crime cometido durante o exercício do mandato, Temer tem oito ministros investigados no Supremo, também no âmbito da Lava-Jato. Contudo, defendeu estar certo das ações do governo, incluindo no "plano ético e moral".


 

A Amazônia está queimando e Bolsonaro é em grande parte responsável

Para compartilhar este conteúdo, utilize o link ou as ferramentas oferecidas na página. Textos, fotos, artes e vídeos do Portal do Holanda estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral.


Copyright © 2006-2019 Portal do Holanda.