Vacina apaga a fantasia de 'empurrar' cloroquina aos amazonenses

Por Portal do Holanda

13/01/2021 21h12 — em De olho na Política

Enfim, em seu último dia de estada em Manaus, o ministro Eduardo Pazuello conseguiu encerrar uma polêmica sobre prioridade para a vacinação no Amazonas, de forma inusitada. “Vamos vacinar em janeiro e Manaus será também a primeira a ser vacinada. Eu fui claro?.”
Bom, a vacina vai chegar e o combate real ao vírus vai começar. O que não cabe mais é querer empurrar o estoque de cloroquina distribuído pelo Exército aos Estados, num pseudo “atendimento precoce”. 

Deputados pedem apuração sobre pressão pela cloroquina em Manaus. MPF e TCU são acionados para investigar documento em que secretária de Pazuello pressiona prefeitura pelo "tratamento precoce" prescrito por Bolsonaro

Solução caseira

Na corrida para garantir a logística na vacinação contra a Covid-199, o prefeito David Almeida recorreu a uma solução ‘caseira’ para que não faltem seringas nas unidades de saúde do município. A aquisição de 1,5 milhão de unidades foi fechada ontem com a indústria local Saldanha Rodrigues Ltda.

Presidente Figueiredo no 'JN'

Em Presidente Figueiredo, a prefeita Patrícia Lopes decidiu pela ampliação dos leitos no hospital local para atender pacientes infectados pela Covid. Com a taxa de ocupação de leitos em Figueiredo já se aproximando dos 100%, a prefeita ganhou citação positiva no JN da Rede Globo.

A saga do Enem na pandemia

Cansado de fazer apelos, o deputado José Ricardo entrou ontem com uma representação na PGR-Amazonas contra a União, o MEC e o INEP, solicitando o adiamento das provas do Enem, marcadas para os dias 17 e 24 deste mês. A situação crítica da pandemia não comporta aglomerações.


+ De olho na Política