Felipão minimiza vaias e diz que torcida paulistana foi 'paciente'

Por

07/06/2014 6h05 — em Esportes

©afp.com / Miguel Schincariol
 

São Paulo (AFP) - Apesar das vaias que ecoaram no Morumbi durante a vitória 'magra' por 1 a 0 do Brasil sobre a Sérvia, no último amistoso antes da Copa do Mundo, o técnico Luiz Felipe Scolari elogiou a "paciência" da torcida paulistana.

"Foram pacientes em determinados momentos e nos ajudaram a conseguir essa vitória. Acho que dos 67.000 torcedores presentes, 65.000 saíram satisfeitos. O fato de ter vaias é algo normal, apareceram em Goiânia (vitória por 4 a 0, na terça-feira) e em outros lugares também. Não foi problema para nossos jogadores, que estão preparados", afirmou o treinador.

São Paulo também será palco da estreia da seleção brasileira na Copa do Mundo, no dia 12 de junho, contra a Croácia, desta vez no Itaquerão.

Felipão disse que o amistoso contra os sérvios foi um "bom teste", elogiando a postura do adversário. "Gostei muito da equipe deles. Quando vi a equipe da Sérvia e a postura tática, sabia que a vitória seria muito difícil", analisou.

O técnico, porém, ressaltou que a seleção encontrará outro tipo de dificuldade contra a Croácia.

"Eles têm dois jogadores de meio criativos, Modric e Rakitic, que trabalham bem a bola e erram poucos passes. Não têm a mesma pegada dos jogadores que enfrentamos hoje, mas com a bola não erram", alertou.

Felipão ficou satisfeito com a postura agressiva da equipe no segundo tempo, mas cobrou mais eficiência nos lances de bola parada.

"Taticamente, podemos equilibrar alguma coisa e também podemos melhorar bastante a bola parada. Não estamos conseguindo fazer gols neste tipo de jogada, apesar de termos bons cabeceadores", lamentou o técnico, que ressaltou a importância de Fred ter anotado o único gol da partida.

"Fred está voltando a sua melhor condição, à condição de centroavante. Foi importante para ele, vai se sentir mais confiante", comemorou.

Depois da partida, os jogadores ganharam um dia de folga e só se reapresentam na Granja Comary no domingo.

"Na minha palavra final no vestiário, eu disse para os jogadores: 'saiam, vivam essa folga intensamente. Depois de domingo, encerrou, vou querer 100% de foco para a Copa", concluiu Felipão.


 

+ Esportes