Del Bosque diz que goleada é 'totalmente inexplicável'

Por

13/06/2014 20h13 — em

 

 

 

Por Fernando Faro, Raphael Ramos e Sérgio Torres

O treinador da Espanha, Vicente Del Bosque, classificou a derrota por 5 a 1 para a Holanda nesta sexta-feira de "totalmente inexplicável". Confessando-se aturdido com a goleada holandesa, foi pouco além dos parabéns à seleção adversária. "Não encontro palavras para descrever. Dou os parabéns para a Holanda, não é momento de buscar culpados. Não resta nada além de olhar para a frente e buscar a vitória no próximo jogo", disse.

Del Bosque afirmou considerar que "o divisor de águas" do jogo foi a chance desperdiçada no fim do primeiro tempo por David Silva e o empate holandês logo depois. Na volta do intervalo tempo, a Holanda logo marcou o segundo, o que, para o técnico, desnorteou sua equipe.

"O otimismo tomou conta da Holanda após o segundo gol e o pessimismo nos invadiu. O estado de ânimo da equipe influenciou muito. Estou muito desapontado, mas tenho coragem suficiente para aguentar essa derrota", falou.

Em campo em parte do segundo tempo, quando desperdiçou na pequena área a chance do segundo gol, o atacante Fernando Torres disse que a Espanha tem que encontrar soluções para o problema que ela mesmo criou. "Não estamos acostumados a tomar gols, mas as coisas nem sempre são favoráveis", disse o veterano de três Copas, acrescentando que a Espanha não pode se considerar fora da Copa, apesar de goleada. Ele lembrou que no Mundial de 2010 a seleção que tornou-se campeã estreou com uma derrota para a Suíça.

Vaiado o tempo todo por torcedores brasileiros, o artilheiro Diego Costa procurou minimizar a questão. "Para mim é um orgulho jogar pela Espanha. Como tinha o direito de escolher (jogar pela Espanha), eles tinham o direito de me vaiar. Estava ciente de que isso poderia acontecer. Estou tranquilo. Não me arrependo em momento algum", afirmou.

 

 

+