TCE promove congresso com mais de 300 gestores públicos

Por Portal do Holanda

17/11/2014 14h32 — em Amazonas

Com o tema governança e profissionalização no serviço público, o Tribunal de Contas do Estado do Amazonas, por meio da Escola de Contas Públicas, promove nesta terça e quarta-feira, no auditório do órgão, o “Congresso Amazônico de Gestores Públicos”. 

O encontro, que deve reunir mais de 300 diretores e chefes de órgãos públicos municipais e estadual, além de secretários e jurisdicionados, é realizado em parceria com as escolas públicas do Judiciário, da Assembleia Legislativa do Estado do Amazonas  e a de Serviço Público de Manaus, entre outros órgãos com missão pedagógica nas repartições. Além dos conselheiros, auditores e procuradores do TCE, o governador José Melo também confirmou presença no evento, que será aberto oficialmente pelo conselheiro-presidente, Josué Filho.

De acordo com o diretor da ECP, Harlesson Arueira, o congresso tem a finalidade de convergir esforços de órgãos públicos, que atuam na função pedagógica, para a área de educação. “Em setembro passado, em um encontro de gestores, na Aleam, dialogamos com os gestores que atuam na área nos respectivos órgãos e tivemos a ideia de fazer uma espécie cadeia, de unir esforços. O congresso é fruto do relacionamento do Tribunal de Contas com as demais escolas públicas do Estado do Amazonas”, comentou, ao ressaltar que a ideia é firmar uma rede de escolas do governo.

Além de gestores públicos do Estado, representantes dos Tribunais de Contas do Norte do país também foram convidados a participar do evento. A primeira lista prévia, divulgada na semana passada, haviam feito inscrição 280 gestores de chefia de departamento, supervisão, encarregados de setor, diretores, secretários e, também, vereadores. Todos os participantes serão certificado ao final dos depois dias de debates.

O objetivo geral do congresso é promover o aprofundamento dos saberes humanos, científicos e técnicos favoráveis à construção e práticas que propiciem a disseminação de experiências exitosas no campo da gestão pública na Amazônia. “Esse congresso reunirá uma série de parceiros com o Tribunal de Contas. Vamos discutir uma questão que é de extrema importância, hoje em dia, para a administração pública que é a governança e a profissionalização do serviço público. Nós precisamos cada vez mais incentivar a profissionalização do serviço, porque, com isso, nós vamos obter ganhos de produtividade e eficiência para a gestão traduzindo isso em resultados melhores para a sociedade”, destacou o coordenador-geral da ECP, conselheiro Érico Desterro.

Entre os palestrantes do congresso estão o secretário municipal de Finanças e empresário, Ulisses Tapajós; o mestre em direito econômico, Rodrigo Pironti; o doutor em direito Fernando Mânica; o diretor da Escola de Contas Públicas do Paraná, Márcio Assumpção. O governador José Melo e demais autoridades foram convidadas pelo presidente da corte, Josué Filho, para participarem da abertura do congresso. Os procuradores do Ministério Público de Contas Fernanda Mendonça, Carlos Alberto Almeida e Ruy Marcelo deverão participar como expositores.

EXPOSIÇÃO — Paralelamente ao congresso, haverá uma exposição no hall do TCE, que apresentará os trabalhos que as instituições têm desenvolvido na parte de gestão pública. Serão expostos publicações de livros, artigos acadêmicos e ainda trabalhos do Ministério Público do Estado do Amazonas (MPE-AM), da Universidade Federal do Amazonas (Ufam),  da Universidade do Estado do Amazonas (UEA), da Ordem dos Advogados do Brasil, Seção Amazonas e do próprio TCE.