Michael Jackson pode ter sido clonado antes de morrer

Por Portal do Holanda

30/10/2014 15h05 — em Famosos & TV

Michael Jackson, morreu em 2009, mas antes de partir teria gasto milhões de dólares para ser clonado. O desejo do Rei do Pop era criar réplicas dele para continuar seu legado.

O cantor teria feito "cofres" com seu esperma em três centros médicos diferentes para ser usado depois de sua morte.

De acordo com o biógrafo Michael C. Luckman, a informação chegou até ele através do estilista e amigo da família Jackson, Andre Van Pier, que também já morreu.

"Van Pier soube das experiências futurísticas de clones e dos depósitos secretos de esperma por meio de um sócio próximo, num centro de longevidade com base no Panamá", contou o biógrafo à BANG Showbiz.

E continuou: "O entusiasmo de Michael pela clonagem começou com a reprodução bem-sucedida da Ovelha Dolly e aumentou com as declarações falsas dos Raelians, uma seita com sede no Canadá, de que eles tinham clonado o primeiro bebê humano“, explicou. Segundo ele, é possível que os cientistas prossigam com o processo. “Michael queria que isso acontecesse e gastou tempo e dinheiro para alcançar seu objectivo. Poderíamos ver muitas estrelas mortas ressuscitadas com a ciência. O dentista canadense Dr. Michael Zuk comprou um dente de John Lennon em leilão e anunciou seus planos de usar o DNA do dente para criar um clone perfeito do antigo membro dos Beatles".