Netflix pode pagar multa milionária por propaganda gay na Rússia

Por Portal do Holanda

26/11/2021 11h33 — em Cinema

Foto: Pixabay

A Reuters divulgou a notícia de que a Rússia iniciou uma investigação sobre a chamada "propaganda gay" da Netflix e, se for considerada culpada, seus serviços no país podem ser temporariamente suspensos.

A empresa foi inicialmente acusada pelo Comissário Público para a Proteção da Família, que apontou que alguns conteúdos temáticos LGBTQIA+ no Netflix foram considerados adequados para jovens de 16 anos. A publicação norte-americana destacou que, na Rússia, a lei não permite a distribuição de "anúncios de relações sexuais não tradicionais" para menores de 18 anos.

Em resposta, a Netflix afirmou que nenhum conteúdo LGBTQIA + foi encontrado em alguma série para a faixa etária de 16 anos. A reclamação vai agora ser avaliada pelo Ministério do Interior. Além da suspensão, a Netflix pode ter que pagar uma multa milionária para a Rússia.

 

 


O Portal do Holanda foi fundado em 14 de novembro de 2005. Primeiramente com uma coluna, que levou o nome de seu fundador, o jornalista Raimundo de Holanda. Depois passou para Blog do Holanda e por último Portal do Holanda. Foi um dos primeiros sítios de internet no Estado do Amazonas. É auditado pelo IVC e ComScore.

+ Cinema