Armie Hammer é interrogado pela polícia após vídeo de mulher amarrada

Por Folha de São Paulo / Portal do Holanda

21/01/2021 13h05 — em Cinema

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O ator Armie Hammer, 34, foi interrogado por policiais das Ilhas Cayman, no Caribe, após compartilhar um vídeo de uma mulher não identificada que estava apenas de roupas íntimas e amarrada na cama, em sua conta privada do Instagram. Ele está recebendo acusações de canibalismo, e assumiu ser dono da polêmica conta do Instagram.

O site PageSix confirmou que o interrogatório aconteceu na última sexta-feira (15). Após receber uma denúncia sobre o uso indevido das redes sociais, em relação ao vídeo "os policiais investigaram o assunto e falaram com o suspeito, que foi alertado sobre sua conduta, de acordo com a vontade do denunciante", declarou o assessor da polícia das Ilhas Cayman em um comunicado ao site.

Conhecido por atuar no filme "Me Chame Pelo Seu Nome" (2017), Hammer possui uma conta privada no Instagram, com o nome de El_destructo_86. No vídeo, que resultou o interrogatório, o ator mostra seu quarto de hotel nas Ilhas Cayman e lamenta que sua ex-mulher, a jornalista Elizabeth Chambers, 38, se recusou a retornar para os Estados Unidos, o que o fez ir até o Caribe para ver os filhos.

"Então vou precisar voltar para Cayman... O que é uma droga. Mas tem algumas vantagens. Como f. a Miss Cayman outra vez enquanto estiver por lá", escreveu na publicação. Diante da polêmica, o Comitê do concurso de Miss Ilhas Cayman se pronunciou e afirmou que a mulher que aparece no vídeo "não é a atual Miss Ilhas Cayman". Hammer se desculpou pela sua "tentativa de humor".

Nas últimas semanas Armie Hammer está sendo alvo de polêmicas nas redes sociais, após vazarem mensagens supostamente vindas do ator, em que ele falava sobre suas fantasias relacionadas a estupro, sadomasoquismo e canibalismo. Além disso, sua ex-namorada se pronunciou sobre o assunto e revelou que passou por um relacionamento abusivo.


O Portal do Holanda foi fundado em 14 de novembro de 2005. Primeiramente com uma coluna, que levou o nome de seu fundador, o jornalista Raimundo de Holanda. Depois passou para Blog do Holanda e por último Portal do Holanda. Foi um dos primeiros sítios de internet no Estado do Amazonas. É auditado pelo IVC e ComScore.

+ Cinema