Taxista vendia drogas através de aplicativo para celular

Por

11/06/2014 8h31 — em Brasil


O taxista Paulo Henrique de Oliveira, de 26 anos, foi preso na madrugada de quarta-feira em Belo Horizonte. Ele vendia drogas através de aplicativo para celular. O aplicativo é uma espécie de rádio, semelhante ao usado pela polícia.  No momento da prisão, o taxista estava acompanhado de três menores que estavam ajudando a entregar as drogas e que também foram presos.


De acordo com a Polícia Militar, o quarteto foi abordado durante patrulhamento na rua da Água e quando estava dentro do táxi, modelo Siena. Com o trio, foi apreendido 11 pinos de cocaína e R$ 1.535, que seriam fruto do comércio de entorpecentes. Os conduzidos foram encaminhados à Ceflan (Central de Flagrantes), no bairro Floresta, na região leste da capital mineira.