SP prevê iniciar vacinação de crianças sem comorbidades na 2ª semana de fevereiro

Por Estadão Conteúdo / Portal do Holanda

14/01/2022 15h13 — em Brasil

O governo de São Paulo planeja iniciar a vacinação contra a covid-19 de crianças de 5 a 11 anos que estão fora do grupo prioritário na segunda semana de fevereiro. A aplicação do imunizante nesta faixa etária começou nesta sexta-feira, 14, e deve priorizar crianças com deficiência, com comorbidades, além das indígenas e quilombolas. Esse grupo, estimado em 850 mil pessoas, deve receber a primeira dose até o dia 10 de fevereiro.

O governador João Doria (PSDB) reclamou da baixa oferta de doses repassadas pelo Ministério da Saúde e cobrou a liberação do uso da Coronavac, que está em análise pela Anvisa. Com a previsão atual de repasses de vacinas da Pfizer, a vacinação do grupo prioritário pode se estender por cerca de um mês.

Calendário previsto pelo governo de SP para vacinação de crianças

- 14 de janeiro a 10 de fevereiro: Vacinação de crianças de 5 a 11 anos com comorbidades, deficiências, além de indígenas e quilombolas

- 2ª semana de fevereiro até o final de fevereiro: crianças de 11, 10 e 9 anos (parcialmente) sem comorbidades

De acordo com previsão divulgada nesta sexta, a aplicação por faixa etária, começando pelos mais velhos, teria início na segunda semana de fevereiro e deve se estender até o fim desse mês, englobando crianças de 11 a 9 anos.

A estimativa da União é receber 4,3 milhões de injeções pediátricas da Pfizer até final de janeiro para todo o País. Da primeira remessa de 1,2 milhão de vacinas, São Paulo recebeu 234 mil.

Doria disse que o Estado tem capacidade de vacinar cerca de 250 mil crianças por dia. Para isso, contou, foram compradas 9 milhões de agulhas e seringas, além de terem sido treinados profissionais para imunizar os mais novos em 5.200 postos e 268 escolas.

O governo paulista também espera que a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) aprove a vacina da Coronavac para o público de 3 até 11 anos ainda na semana que vem. Regiane de Paula, coordenadora do Plano Estadual de Imunização (PEI), adiantou que com aval do órgão, há possibilidade de vacinar toda essa população. Há 12 milhões de doses do imunizante em São Paulo.

São Bernardo inicia aplicação nesta sexta-feira; na capital, previsão é para segunda-feira

A orientação do governo estadual é que a aplicação no público-alvo geral comece a partir desta sexta-feira. São Bernardo do Campo, na região metropolitana, fará isso às 17h, na Unidade Básica de Saúde Baeta Neves. Já na capital do Estado, a previsão é começar na próxima segunda-feira, 17.

Confira a lista de comorbidades consideradas para o atendimento prioritário na vacinação infantil em São Paulo, que devem ser comprovadas por exames, receitas, relatórios ou prescrições médicas:

- Insuficiência cardíaca

- Cor-pulmonale e hipertensão pulmonar

- Síndromes coronarianas

- Valvopatias

- Miocardiopatias e Pericardiopatias

- Doença da Aorta, dos Grandes Vasos e Fístulas arteriovenosas

- Arritmias cardíacas

- Cardiopatias congênitas

- Próteses valvares Dispositivos cardíacos implantados

- Talassemia

- Síndrome de Down

- Diabetes mellitus

- Pneumopatia crônicas graves

- Hipertensão arterial resistente e de artéria estágio 3

- Hipertensão estágios 1 e 2 com lesão e órgão alvo

- Doença cerebrovascular

- Imunossuprimidos (incluindo pacientes oncológicos)

- Anemia Falciforme

- Obesidade mórbida

- Cirrose hepática

- HIV


O Portal do Holanda foi fundado em 14 de novembro de 2005. Primeiramente com uma coluna, que levou o nome de seu fundador, o jornalista Raimundo de Holanda. Depois passou para Blog do Holanda e por último Portal do Holanda. Foi um dos primeiros sítios de internet no Estado do Amazonas. É auditado pelo IVC e ComScore.

+ Brasil