Setor de transporte quer vacinar dois milhões em grupo prioritário

Por Portal do Holanda

22/01/2021 14h08 — em Brasil

CNT planeja vacinar 2 milhões até a fase 4 do grupo prioritário - Foto: Divulgação

Brasília/DF - Governo federal cede a pressões de segmentos profissionais e inclui, na segunda versão do plano de vacinação do Ministério da Saúde, trabalhadores da área de transporte e não somente caminhoneiros.

A força do lobby do setor levou o governo a incluir entre setores prioritários para receberem a vacina contra o coronavírus trabalhadores do transporte coletivo e transportadores rodoviários de carga.

Conforme o plano de vacinação, também fazem parte do grupo que receberá primeiro a vacina profissionais do transporte coletivo rodoviário - motoristas e cobradores-, incluídos os profissionais que percorrem trajeto longo. Foram incluídos, ainda, trabalhadores portuários, assim como funcionários de companhias aéreas nacionais, funcionários de empresas metroferroviárias de passageiros e de cargas e funcionários de empresas brasileiras de navegação.

De acordo com informações da Folha de S.Paulo, a Confederação Nacional do Transporte (CNT) quer vacinar, até a quarta fase do grupo prioritário, cerca de 2 milhões de profissionais ligados ao setor.

A inclusão desses profissionais lhes dá a vantagem de serem vacinados antes de cerca de cem milhões de brasileiros.


O Portal do Holanda foi fundado em 14 de novembro de 2005. Primeiramente com uma coluna, que levou o nome de seu fundador, o jornalista Raimundo de Holanda. Depois passou para Blog do Holanda e por último Portal do Holanda. Foi um dos primeiros sítios de internet no Estado do Amazonas. É auditado pelo IVC e ComScore.

+ Brasil