Compartilhe este texto

Ronnie Lessa é condenado por contrabandear peças de armas de fogo

Por Portal Do Holanda

19/02/2024 21h19 — em
Brasil


Foto: Reprodução

O ex-policial militar Ronnie Lessa foi condenado pela Justiça Federal a seis anos e oito meses de prisão, em regime semiaberto, por contrabando de peças e acessórios de armas de fogo. Ele está preso desde 2019, acusado de matar a vereadora Marielle Franco e o motorista Anderson Gomes, em 2018. 

De acordo com a Agência Brasil, Ronnie Lessa fez dez importações ilícitas, entre 2017 e 2018, de peças e acessórios bélicos usados para montar fuzis, armas de airsoft e de pressão a gás. No entanto, seis dessas importações não foram consideradas no julgamento por não haver provas suficientes.

Na decisão, a juíza Fernanda Resende Djahjah Dominice destacou que Lessa tinha "completa ciência da necessidade de autorização prévia da autoridade competente para o ingresso desse tipo de material em território nacional, e mesmo assim optou por importá-los ilegalmente”.

“As consequências do delito também são especialmente graves. Todo elemento probatório coligido aos autos denota que o acusado importava tais componentes com o objetivo de efetuar a montagem de armas de fogo que seriam inseridas na clandestinidade, o que afeta e coloca em risco milhares de pessoas, representando uma grave ameaça à segurança pública”, acrescentou a juíza.

 


Siga-nos no
O Portal do Holanda foi fundado em 14 de novembro de 2005. Primeiramente com uma coluna, que levou o nome de seu fundador, o jornalista Raimundo de Holanda. Depois passou para Blog do Holanda e por último Portal do Holanda. Foi um dos primeiros sítios de internet no Estado do Amazonas. É auditado pelo IVC e ComScore.

ASSUNTOS: Brasil

+ Brasil