Operação da PF em 3 estados mira corrupção em contratos da Petrobras

Por Portal do Holanda

23/09/2020 8h11 — em Brasil

Agentes cumprindo mandados - Foto: Divulgação PF

A Polícia Federal deflagrou na manhã de hoje (23), a Operação Boeman que investiga empresas do Grupo Seadrill por contratos ilícitos com a gigante Petrobras. Agentes cumprem 25 mandados de busca e apreensão em endereços de luxo nos estados do Rio de Janeiro, São Paulo e Sergipe desde as primeiras horas do dia.

Os dois grupos teriam usado de informações privilegiadas para formularem licitações vencedoras em troca de propinas milionárias. As informações foram repassadas a PF por meio de delações premiadas de funcionários da Petrobras envolvidos no esquema.

De acordo com eles, o Grupo Seadrill captava lobistas e operadores financeiros para executar o esquema e oferecia cerca de 1,5% nos valor total dos contratos em troca de informações privilegiadas que eram usadas nas propostas apresentadas no processo licitatório. As acusações vão de corrupção à lavagem de dinheiro e evasão de divisas.

Autoridades holandesas também trabalham no caso e investigam o fornecimento de navios usados na prestação de serviços à Petrobras.

+ Brasil