Ministério da saúde diz que vacinas infantis não batem meta há 5 anos

Por Portal do Holanda

18/10/2020 3h00 — em Brasil

Metade das vacinas infantis não atinge meta (Foto: Pixabay)

A maioria das vacinas que compõem o calendário de infantil não atingem as metas de imunização deste 2015, é o que afirma o Ministério da Saúde. Os dados foram divulgados nesta sexta (16) pela coordenadora-geral do Programa Nacional de Imunizações (PNI) do Ministério da Saúde, Francieli Fontana, durante a Jornada Nacional de Imunizações.

De acordo com a Folha de São Paulo, em 2018, das 19 oferecidas pela pasta, apenas duas únicas atingiram a cobertura esperada: a BCG, com 99,72% de imunização do público-alvo, e a vacina contra o rotavírus humano, com 91,33%. Para ambas, a meta é superar os 90%. Ano passado, nenhuma das 15 vacinas atingiram a meta.

Ainda neste ano, a taxa de imunização para a BCG chegou a 63,88%, e para o rotavírus, a 68,46%. A maior cobertura atingida foi da vacina pneumocócica, com taxa de 71,98%. Em 2019, chegou a 88,59% do público-alvo. Contra a poliomielite, 47.343 crianças de 1 a 4 anos, o que representa uma cobertura vacinal de 8% durante a campanha, segundo dados parciais da Secretaria Municipal de Saúde.

Na faixa de 5 a 14 anos, 171,4 mil procuraram serviços de vacinação, com vacina aplicada em 77,6 mil delas (45,3% do total).

Os dados preliminares indicam que pelo menos metade do público que está indo aos postos tem alguma pendência na caderneta, segundo a Secretaria de Estado da Saúde. 

+ Brasil