Médico que atacava cubanos é preso por só bater ponto

Por Portal do Holanda

11/11/2014 15h14 — em Brasil

O médico Jetson Luiz Franceschi foi preso em flagrante, na manhã do último dia 5, acusado de ‘bater ponto’ na Unidade Básica de Saúde (UBS), em Londrina, no Paraná.

Segundo informações dos policiais, o suspeito entrou e saiu do hospital em poucos minutos e saiu sem atender nenhum paciente. Ele deveria cumprir expediente de três horas no local.

Os policiais continuam a investigação e o seguiram. O médico dirigiu até o consultório particular dele. Em flagrante, o ginecologista foi conduzido para a 15ª SDP (Subdivisão Policial)  e responde pelo crime de falsidade ideológica.

O flagrante foi possível graças a denúncias repassadas para a CPI da Saúde, da Câmara de Vereadores. Eles descobriram que o médico registrava o ponto todos os dias, mas não cumpria o expediente.

 

Ironicamente, o ginecologista Jetson Franceschi mantém uma página no Facebook onde, quase todos os dias, posta fotos e textos atacando o “Mais Médicos”, o governo e a qualidade dos médicos estrangeiros, em especial os cubanos.

Veja também