Compartilhe este texto

Médico amazonense que morreu em avião indo para as Maldivas tinha casado há 2 dias

Por Portal do Holanda

25/04/2022 14h31 — em
Brasil


Foto: Reprodução Instagram

O médico amazonense Glauto Tuquarre, de 49 anos, que morreu ao sofrer um mal súbito dentro de um avião a caminho das Maldivas, nesta segunda-feira (25), tinha se casado no último sábado (23), em Teresina, no Piauí, onde morava e trabalhava.

Os socorristas que o atenderam na aeronave acreditam que ele teve um infarto. O avião fez uma parada no Catar, onde o corpo dele foi desembarcado para fazer o translado.

Glauto nasceu no Amazonas, se formou pela Universidade Federal do Piauí (UFPI), se especializou em oncologia, tinha mestrado em câncer de intestino e era doutorando em recidiva do câncer de mama.

Considerado um profissional experiente, Glauto atuou em Roraima e no Maranhão, onde também foi professor da universidade estadual, além do Piauí.

Em Teresina, o médico era sócio de uma clínica e também já lecionou em faculdades de medicina.



O Portal do Holanda foi fundado em 14 de novembro de 2005. Primeiramente com uma coluna, que levou o nome de seu fundador, o jornalista Raimundo de Holanda. Depois passou para Blog do Holanda e por último Portal do Holanda. Foi um dos primeiros sítios de internet no Estado do Amazonas. É auditado pelo IVC e ComScore.

ASSUNTOS: Brasil

+ Brasil