Marido de Tatiane Spitzner vai à júri popular amanhã por morte da advogada

Por Portal do Holanda

02/12/2020 11h17 — em Brasil

Luís Felipe e Tatiane - Foto: Reprodução Redes sociais

O professor de biologia Luís Felipe Manvailer, acusado de espancar e matar a própria esposa, a advogada Tatiane Spitzner vai à júri popular nesta quinta-feira (3), no Paraná.

Tatiane foi espancada, estrangulada e jogada do prédio onde morava com o suspeito.

Câmeras de segurança  flagraram parte das agressões e mostraram Luís Felipe arrastando e espancado Tatiane pelo estacionamento do edifício. Ela ainda tentou fugir do companheiro, mas foi agarrada por ele e levado para o apartamento onde a violência continuou até a sua morte.

A defessa de Manvailer alega que Tatiane cometeu suicídio, mas o laudo da perícia confirma o espancamento e o estrangulamento e atesta que a advogada já estava morta quando foi arremessada da sacada.

Após o crime, o homem ainda desceu e retirou o corpo da esposa da calçada e levou de volta para o apartamento. Ele fugiu minutos depois com o carro de Tatiane, mas acabou preso. Amigas de Tatiane também relataram que a mulher já sofria agressões há algum tempo e que naquela noite que revelou que deixaria o professor.

Mensagens comprovaram que ela contou sobre as surras e sobre a intenção de por um fim no relacionamento momentos antes de morrer. O julgamento de Felipe começa amanhã e sete jurados decidirão sobre o futuro dele, se for condenado, ele pode pegar até 30 anos por homicídio qualificado (com base em feminicídio), além de responder por fraude processual.


+ Brasil