Mãe de Henry chora durante boa parte da primeira noite na prisão

Por Portal do Holanda

10/04/2021 9h49 — em Brasil

Monique Almeida está isolada e tomando remédios controlados -Foto: Reprodução/TV Globo

Em sua primeira noite na cadeia após a prisão por suspeita de envolvimento na morte do filho, a professora Monique Almeida Medeiros, mãe de Henry Borel, de 4 anos, chorou por toda a noite. Ela ficará isolada em uma cela por 14 dias.

Segundo o G1 Rio de Janeiro, Monique faz uso de remédios controlados. Mesmo assim, passou a madrugada muito nervosa e chorando boa parte do período.

Diferente da chegada ao presídio em Niterói, na Região Metropolitana do Rio, quando aparentava tranquilidade, Monique não resistiu e caiu no choro.

Após receber um pacote com sandálias, camisa, calça, toalha e kit higiene, a mãe de Henry foi encaminhada à cela onde passou a noite.

Monique pode ficar mais tempo afastada de outras detentas, além do isolamento em uma cela pela quarentena que precisa fazer por causa da Covid-19. O motivo é que ela corre risco de ser agredida pelas outras presas.

Na quarta-feira (7), a juíza Elizabeth Louro, do 2º Tribunal do Júri decretou a prisão, por 30 dias, de Monique e do vereador Dr. Jairinho, suspeitos de assassinato do menino Henry.

 

 

 


O Portal do Holanda foi fundado em 14 de novembro de 2005. Primeiramente com uma coluna, que levou o nome de seu fundador, o jornalista Raimundo de Holanda. Depois passou para Blog do Holanda e por último Portal do Holanda. Foi um dos primeiros sítios de internet no Estado do Amazonas. É auditado pelo IVC e ComScore.

+ Brasil