Siga o Portal do Holanda

Brasil

Lula brinca em interrogatório e faz pedido a advogado: ‘Me leva com você?’

Publicado

em

Foto: Reprodução

O interrogatório do ex-presidente Lula, marcado por um clima de forte tensão nesta quarta-feira, 14, teve lá o seu momento de descontração e amenidades. Após o Ministério Público Federal encerrar seus questionamentos na audiência da ação penal do sítio de Atibaia que se arrastou por três horas, o advogado José Roberto Batochio, veterano criminalista que integra a defesa do petista, pediu licença e se retirou.

“No início da audiência, eu tinha avisado à sra escrevente que eu ia ter que me retirar da audiência, vou pedir licença à Vossa Excelência, meu colega continua na defesa. Agradeço e desejo a todos bom feriado”, comunicou Batochio à juíza Gabriela Hardt, que interrogou Lula.

“Me leva com você?”, pediu Lula, arrancando risadas dos advogados.

“Se o sr quiser ficar em silêncio, também podemos encerrar”, sugeriu a magistrada a Lula.”O sr quer responder às outras perguntas ou quer encerrar?”

Batochio levantou-se e abraçou Lula.

‘Tchau, não quer me levar, não?’, insistiu o ex-presidente, que está preso desde a noite de 7 de abril na sede da Polícia Federal de Curitiba, para cumprimento de uma pena de 12 anos e um mês de reclusão em outro processo, o do triplex do Guarujá.

Nesta quarta, 14, Lula falou por cerca de 3 horas em seu interrogatório. Após o depoimento, na Justiça Federal de Curitiba, ele retornou à carceragem da Polícia Federal, escoltado por um forte aparato de agentes armados.

O ex-presidente ocupa uma sala especial na sede da PF de Curitiba.

Esta é a terceira vez que Lula foi ouvido como réu da Lava Jato. A primeira foi em 10 maio de 2017, a segunda, em 13 de setembro. Em ambas as audiências foi interrogado pelo juiz Sérgio Moro.

No processo do sítio de Atibaia, Lula é réu por corrupção passiva e lavagem de dinheiro. A força-tarefa da Operação Lava Jato sustenta que o petista foi beneficiário de R$ 1,02 milhão, supostamente repassados pelo pecuarista José Carlos Bumlai e pelas empreiteiras Odebrecht e OAS, na forma de melhorias da propriedade rural localizada no interior de São Paulo que seria de uso do ex-presidente.

Ele foi interrogado por Gabriela Hardt, que assumiu as ações penais da Lava Jato em Curitiba. Moro deixou a operação e se desligou dos processos para assumir o comando do Ministério da Justiça e Segurança Pública do governo Bolsonaro.

Informação da Coluna de Fausto Macedo do Estadão. 

-

Para compartilhar esse conteúdo, por favor utilize o link ou as ferramentas oferecidas na página. Textos, fotos, artes e vídeos do Portal do Holanda estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral.

Greve dos Rodoviários em Manaus

1 MINUTO NERD - PANTERA NEGRA É O FILME DO ANO?

Amazonas

Copyright © 2006-2018 Portal do Holanda.