Compartilhe este texto

Justiça nega pedido de habeas corpus do ex-vereador Dr. Jairinho

Por Agência Brasil / Portal do Holanda

21/05/2022 17h05 — em
Brasil


Foto: Câmara Rio

O Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro negou liminar em habeas corpus do ex-vereador Jairo Souza Santos Júnior, conhecido como Dr. Jairinho.

A defesa pediu que sua prisão fosse substituída por monitoramento eletrônico. O ex-vereador está preso desde abril do ano passado, acusado da morte do menino Henry Borel, de 4 anos.

Os advogados de Jairinho alegaram que Monique Medeiros, mãe do garoto e também acusada pelo crime, passou a cumprir prisão domiciliar com uso de tornozeleira eletrônica. A juíza responsável pelo processo concedeu o benefício à Monique após relatos de ameaça e agressão contra ela no presídio.

Na decisão que negou habeas corpus à Jairinho, o desembargador Joaquim Domingos de Almeida Neto, da 7ª Câmara Criminal, afirma que o ex-vereador tem condição diferente da de Monique em relação aos motivos que determinaram a liberdade provisória da sua ex-namorada.

O magistrado lembrou ainda que o princípio da igualdade é fundamental para que a aplicação da lei. E ressaltou que a liminar é medida inicial e precisa ser analisada pelo colegiado.



O Portal do Holanda foi fundado em 14 de novembro de 2005. Primeiramente com uma coluna, que levou o nome de seu fundador, o jornalista Raimundo de Holanda. Depois passou para Blog do Holanda e por último Portal do Holanda. Foi um dos primeiros sítios de internet no Estado do Amazonas. É auditado pelo IVC e ComScore.

ASSUNTOS: Brasil

+ Brasil