Compartilhe este texto

Influenciadora é denunciada pelo MP por ligar tragédia no RS às religiões de matriz africana

Por Portal Do Holanda

18/05/2024 9h17 — em
Brasil


Foto: Reprodução

A empresária e influenciadora Michele Dias Abreu, de 43 anos, foi denunciada pelo Ministério Público de Minas Gerais (MPMG) por intolerância religiosa. Ela, que é de Minas Gerais associou a tragédia em decorrência das chuvas no Rio Grande do Sul às religiões de matriz africana. 

Michelle havia publicado um vídeo nas redes sociais, no dia 5 de maio, dizendo que os temporais e enchentes que deixaram mais de 540 mil pessoas desalojadas, 154 mortas e outras 94 desaparecidas foram motivados pela "ira de Deus". O vídeo chegou a três milhões de visualizações, de acordo com o Ministério Público.

"O estado do Rio Grande do Sul é o estado com maior número de terreiros de macumba. Alguns profetas já estavam anunciando algo que iria acontecer devido a ira de Deus. As pessoas estão brincando [...] misturando aquilo que é santo, e Deus não divide sua honra com ninguém", falou Michele Dias na publicação.

Na denúncia, a promotoria disse que a mulher induziu pessoas à discriminação e intolerância contra as religiões de matriz africana.

A punição, no Brasil,  para pessoas que cometem intolerância religiosa é a mesma prevista pelo crime de racismo, quando a ofensa é contra grupo ou coletividade, pela raça ou pela cor.

 


Siga-nos no
O Portal do Holanda foi fundado em 14 de novembro de 2005. Primeiramente com uma coluna, que levou o nome de seu fundador, o jornalista Raimundo de Holanda. Depois passou para Blog do Holanda e por último Portal do Holanda. Foi um dos primeiros sítios de internet no Estado do Amazonas. É auditado pelo IVC e ComScore.

ASSUNTOS: Brasil

+ Brasil