Hospital troca corpo e família enterra homem com Covid-19 ao invés de idosa

Por Portal do Holanda

09/04/2020 8h43 — em Brasil

Foto: Divulgação

Manaus/AM - A família de uma idosa de 92 anos que faleceu nessa quarta-feira (8), em São Paulo, viveu uma situação inusitada e dolorosa ao receber e enterrar o corpo trocado pelo de um homem que havia morrido por covid-19.

O erro aconteceu em um hospital do ABC Paulista que deixou de colocar uma etiqueta de identificação na vítima.  Quando ela morreu, a família não pode adentrar o hospital para retirar o corpo por causa do pandemia e foi orientada que apenas os funcionários da funerária teriam acesso. Ao receberem a idosa, eles foram informados de que exames teriam acusado que a mulher morreu de coronavírus e por isso, ela teria que ser enterrada imediatamente.

E assim foi feito, porém, quando retornava do enterro, o filho da vítima foi chamado ao hospital e recebeu a notícia de que o corpo que havia acabado de sepultar era de um homem de 54 anos e não o de sua mãe.

Além disso, a mulher não teria morrido de coronavírus e sim de broncopneumonia, mas como  os corpos estavam embalados e os funcionários do hospital não colocaram o selo no saco, aconteceu a confusão. A troca só foi descoberta quando a família do homem chegou ao local para buscar o corpo.

O hospital admitiu o erro e pediu desculpas às duas famílias. A família da idosa estava revoltada porque além de não ter tido a oportunidade de velar a mesma, ainda terão que passar por tudo de novo em um novo enterro nessa quinta-feira (9).