Fiocruz defende continuidade no uso de máscaras e comprovante vacinal

Por Agência Brasil / Portal do Holanda

18/10/2021 21h46 — em Brasil

Foto: Marcelo Casal

Enquanto avançam as iniciativas de flexibilização das regras de enfrentamento ao coronavírus, inclusive com várias cidades abolindo a obrigatoriedade do uso de máscaras, a Fundação Oswaldo Cruz reforça a necessidade desse equipamento de proteção.

Pesquisadores do Observatório Covid-19, da Fiocruz, defendem que o sucesso no controle da pandemia, no atual estágio em que o Brasil se encontra, requer, além de elevada cobertura vacinal , a associação de medidas, como higienização das mãos, distanciamento social, exigência do uso de máscara e de comprovante de imunização.

O Observatório alerta: no momento em que menos de 50% da população está com esquema vacinal completo, é fundamental que o Brasil adote a obrigatoriedade do passaporte vacinal  como uma política pública de estímulo à vacinação e proteção coletiva. 

Segundo a última edição do Boletim do Observatório Covid-19, ao longo das duas últimas semanas epidemiológicas, vem diminuindo no país a velocidade na queda dos indicadores de letalidade e incidência de novos casos da doença.

Os dados mostram que, em agosto e setembro, houve uma redução média de 2%, por dia, nos casos e óbitos, sendo que os registros de internação e de mortes continuam muito concentrados entre os idosos.

O boletim revela, ainda, que as taxas de ocupação de leitos de UTI Covid para adultos no SUS mantêm-se em patamares baixos em praticamente todos os estados.

Em relação ao alerta para incidência da doença, o Boletim aponta que Brasília permanece na zona de alerta crítico. Vitória e Porto Alegre estão na zona de alerta intermediário. Já Porto Velho e o Rio de Janeiro não figuram mais na zona de alerta para Covid.


O Portal do Holanda foi fundado em 14 de novembro de 2005. Primeiramente com uma coluna, que levou o nome de seu fundador, o jornalista Raimundo de Holanda. Depois passou para Blog do Holanda e por último Portal do Holanda. Foi um dos primeiros sítios de internet no Estado do Amazonas. É auditado pelo IVC e ComScore.

+ Brasil