Ex-subsecretário de saúde volta a ser preso em operação no Distrito Federal

Por Portal do Holanda

25/09/2020 7h26 — em Brasil

Eduardo Hage em entrevista - Foto: Reprodução TV Globo

O ex-subsecretário de Vigilância à Saúde do Distrito Federal, Eduardo Hage, foi preso pela Polícia Civil na manhã dessa sexta-feira (25). Ele é um dos suspeitos em um esquema que fraudava a compra de testes para Covid-19.

Essa é a segunda que ele é detido pela Operação Falso Negativo. Na fase anterior da operação, Hage, o ex-secretário Francisco Araújo, o ex-diretor de Aquisições Especiais da Secretaria de Saúde, Emmanuel de Oliveira Carneiro e outros membros do alto escalão da Secretaria de Saúde foram presos após denúncias do Ministério Público do DF.

Dias depois a defesa de Eduardo conseguiu um habeas corpus para ele, mas seus companheiros continuaram na prisão. Nessa quinta-feira (24), ele teve a soltura revogada pela Justiça e agora deve permanecer preso.

De acordo com as investigações, os denunciados operavam um esquema criminoso de favoreça empresas em licitações mediante o pagamento de propina. A estimativa é que eles tenha desviado cerca de R$ 18 milhões por meio de contratos superfaturados de compra de testes de Covid.