Ex-assessor de Pazuello é cobrado na CPI por falta de oxigênio em Manaus

Por Portal do Holanda

05/08/2021 14h20 — em Brasil

Pazuello e Airton Soligo - Foto: Reprodu

O ex-assessor Airton Soligo foi questionado sobre a falta de oxigênio em Manaus durante depoimento à CPI, nesta quinta-feira (5). Ele ocupou o cargo no Ministério da Saúde entre junho de 2020 e março deste ano. 

Ele afirmou que fez um diagnóstico da cidade quando visitou por duas vezes a cidade, ainda em 2020, e que a partir daí decisões técnicas foram tomadas no enfrentamento da pandemia da Covid-19. 

"Senhor Airton, às várias viagens que o senhor fez ao estado do Amazonas. O senhor foi lá com qual missão?", perguntou a senadora Eliziane Gama.  

"Eu tinha uma relação muito com secretários estaduais de acompanhamento de situações. Eu fui em dezembro e quando fui em janeiro foi o início da vacinação no estado do Amazonas", contou. 

Ao falar sobre a crise de oxigênio, o depoente reforça que 'ações foram implementadas'. Em outro momento, Soligo é questionado pelo presidente da CPI Omar Aziz do motivo da pasta não ter solicitado ajuda internacional para levar oxigênio a Manaus. 

"O governo colocou seus Hércules, KC390, contratou 9 carretas que saiam do RJ e iam via Porto Velho depois iam de Belém para Manaus", relatou o depoente. "Quantos dias demora isso?", perguntou Aziz. "8 dias", respondeu Cascavel. 

"Você sabe quantas horas nós estamos da Venezuela? 2 horas", rebateu o presidente da CPI. 

 


O Portal do Holanda foi fundado em 14 de novembro de 2005. Primeiramente com uma coluna, que levou o nome de seu fundador, o jornalista Raimundo de Holanda. Depois passou para Blog do Holanda e por último Portal do Holanda. Foi um dos primeiros sítios de internet no Estado do Amazonas. É auditado pelo IVC e ComScore.

+ Brasil