Compartilhe este texto

Empresário de Alexandre Pires usava familiares para lavar dinheiro de garimpo ilegal

Por Portal Do Holanda

06/12/2023 8h14 — em
Brasil


Foto: Reprodução/Instagram Alexandre Pires

O empresário do cantor Alexandre Pires, Matheus Possebon, preso nesta terça-feira (5), pela Polícia Federal, usava os próprios familiares para lavar dinheiro proveniente de garimpo ilegal na Terra Indígna Yanomami.

Conforme a PF, Matheus atuava como membro do grupo financeiro da empresa Betser, outra investigada na Operação Disco de Ouro, e também seria sócio oculto da mesma.

As investigações apontam que ele recebeu mais de R$ 1,8 milhão do esquema por meio da mineradora e distribuiu valores entre os parentes. O cunhado teria recebido R$ 7 mil, a irmã R$ 30 mil, o irmão e a nora R$ 435 mil e um primo chegou a receber R$ 86.500 mil.

Christian dos Santos, contador de Matheus, também recebeu R$ 10 mil da Betser de Roraima. Alexandre Pires também está na mira da PF, pois um levantamento das contas dele mostram que o artista recebeu R$ 1.382.00 da mineradora.

Tanto o empresário quanto o cantor negam qualquer tipo de relação com a empresa. Matheus chegou a dizer que sua prisão foi uma “violência”.

Os dois são investigados por envolvimento em um esquema ilegal de cassiterita, um minério que teria sido extraído em terras indígenas em Roraima.

 


Siga-nos no
O Portal do Holanda foi fundado em 14 de novembro de 2005. Primeiramente com uma coluna, que levou o nome de seu fundador, o jornalista Raimundo de Holanda. Depois passou para Blog do Holanda e por último Portal do Holanda. Foi um dos primeiros sítios de internet no Estado do Amazonas. É auditado pelo IVC e ComScore.

ASSUNTOS: Brasil, Famosos & TV

+ Brasil