À CPI, ex-diretor volta a negar propina e chama Dominguetti de 'picareta'

Por Portal do Holanda

07/07/2021 9h36 — em Brasil

Ex-diretor do departamento de logística do Ministério da Saúde - Foto: Reprodução/ TV Senado

O ex-diretor do departamento de logística do Ministério da Saúde, Roberto Ferreira Dias, voltou a negar que pediu propina na compra de doses da AstraZeneca. Ele está sendo ouvido pela CPI nesta quarta-feira (7). 

 

 

Dias disse ainda que não conhecia o vendedor de vacinas, Luiz Dominguetti, e o chamou de 'picareta'. Porém ele confirmou que houve o jantar com o policial militar. 

"Nunca houve nenhum pedido meu a esse senhor, além de documentos que nunca foram apresentados", disse. 

O ex-diretor também negou que tenha chegado ao ministério por indicação de Ricardo Barros. Ele foi exonerado do cargo no dia 30.

 


O Portal do Holanda foi fundado em 14 de novembro de 2005. Primeiramente com uma coluna, que levou o nome de seu fundador, o jornalista Raimundo de Holanda. Depois passou para Blog do Holanda e por último Portal do Holanda. Foi um dos primeiros sítios de internet no Estado do Amazonas. É auditado pelo IVC e ComScore.

+ Brasil