CPI: Bolsonaro negociou hidroxicloroquina com a Índia, aponta documento

Por Portal do Holanda

10/06/2021 15h22 — em Brasil

Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) tentou negociar insumos com a Índia para a produção de hidroxicloroquina para o tratamento da Covid-19, é o que aponta o documento sigiloso entregue pelo Itamaraty à CPI da Covid.

De acordo com o G1, em conversa com o primeiro-ministro da Índia, Narendra Modi, Bolsonaro pediu para acelerar o processo. "Entrarei diretamente no assunto. Temos tido resultados animadores no uso de hidroxicloroquina para o tratamento de pacientes com Covid-19", disse o presidente sem citar a origem dessa informação.

"Estou informado de um carregamento de 530 quilos de sulfato de hidroxicloroquina que está parado na Índia, à espera de liberação por parte do governo indiano. Esse carregamento inicial de 530 quilos é parte de uma encomenda maior, e foi comprado pela EMS", afirmou Bolsonaro. Em seguida, ele também mais carregamentos destinados a uma outra empresa brasileira, a Apsen. E conclui que: "Esse é um apelo humanitário que poderá salvar muitas vidas no Brasil."

O primeiro-ministro da Índia respondeu: "A Índia com certeza fará todo o possível para ajudar o Brasil." Após as tratativas, Bolsonaro agradeceu Narendra Modi nas redes sociais.

"Nossos agradecimentos ao primeiro-ministro da índia @narendramodi , que, após nossa conversa por telefone, o primeiro ministro liberou o envio ao Brasil de um carregamento de insumos para produção de hidroxicloroquina", escreveu ele.


O Portal do Holanda foi fundado em 14 de novembro de 2005. Primeiramente com uma coluna, que levou o nome de seu fundador, o jornalista Raimundo de Holanda. Depois passou para Blog do Holanda e por último Portal do Holanda. Foi um dos primeiros sítios de internet no Estado do Amazonas. É auditado pelo IVC e ComScore.

+ Brasil