À CPI, Airton Cascavel diz que não sabia de Tratecov e relata visitas a Manaus

Por Portal do Holanda

05/08/2021 12h18 — em Brasil

Airton Cascavel em depoimento à CPI - Imagem: Reprodução/TV Senado

O ex-assessor Airton Cascavel disse em depoimento à CPI nesta quinta-feira (5) que não tinha conhecimento sobre o Tratecov. O aplicativo foi desenvolvido pelo Ministério da Saúde e lançado em Manaus. 

"Não tenho conhecimento e não participei (...) Não tive conhecimento, não foi algo que eu tive acesso", respondeu. Ele também afirmou que pensava que o app era 'algo russo' mesmo atuando no Ministério. 

Apontado como 'número 2 informal' do ex-ministro Pazuello, Airton esteve duas vezes em Manaus, no dia 12 de outubro e 12 de dezembro de 2020. Na CPI, ele detalhou as ações da pasta na cidade durante enfrentamento da pandemia da covid-19. 

Ele disse que auxiliou o Ministério com reuniões organizadas entre secretários de Saúde e gestores de hospitais. O empresário ressaltou ainda que a tomada de decisões não passava por ele. 

 


O Portal do Holanda foi fundado em 14 de novembro de 2005. Primeiramente com uma coluna, que levou o nome de seu fundador, o jornalista Raimundo de Holanda. Depois passou para Blog do Holanda e por último Portal do Holanda. Foi um dos primeiros sítios de internet no Estado do Amazonas. É auditado pelo IVC e ComScore.

+ Brasil