Covid-19: Governo federal proíbe empresas de 'furarem a fila' da vacinação

Por Portal do Holanda

14/01/2021 9h04 — em Brasil

Empresários planejavam doar doses da vacina para o Plano Nacional de Imunização. Foto: Pinterest/Divulgação

Em reunião virtual com empresários realizada nessa quarta-feira (13), o governo federal anunciou que vai proibir a compra de vacinas pela iniciativa privada para imunização de funcionários.

O encontro foi promovido pela Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp). De acordo com o jornal O Estado de São Paulo, representantes dos Ministérios da Saúde, das Comunicações e da Casa Civil ressaltaram que a vacinação ficará a cargo do governo, que garantiu ter imunizantes para toda a população.

O governo também afirmou que já tem cerca de 500 milhões de doses contratadas. Além disso, os representantes indicaram que, pelo fato de ter um programa de imunização já estabelecido, o Brasil poderá recuperar o "tempo perdido" em relação a nações que já vêm vacinando há mais de um mês.

Os empresários convidados para a reunião fazem parte do grupo Diálogo Brasil, reunido pela Fiesp, que visa a aproximar o setor produtivo das decisões do Palácio do Planalto. A categoria propôs que, a cada uma vacina aplicada em funcionário, outra seria doada para o Plano Nacional de Imunização (PNI).

No entanto, o governo federal que a produção dos imunizantes pelo Instituto Butantan e pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) garantiria a cobertura de vacinas para toda a população.


+ Brasil