Siga o Portal do Holanda

Brasil

Bispo estupra menina prometendo cura gay e é condenado a 20 anos de prisão

Publicado

em

Pastor já tinha estuprado outras mulheres - Foto: Pixabay Pastor já tinha estuprado outras mulheres - Foto: Pixabay
Pastor já tinha estuprado outras mulheres - Foto: Pixabay

Um bispo evangélico foi condenado a 20 anos e 6 meses de prisão pelo crime de estupro. Em um dos crimes, ele teria oferecido a cura ‘gay’ para uma adolescente de 13 anos, que havia se declarada lésbica no momento em que era ungida com óleo por ele. Durante o crime, ele prometeu que ela passaria a ser heterossexual após o abuso sexual.

Segundo o IG, a decisão foi tomada pela Vara Criminal do Recanto das Emas, no Distrito Federal. O homem já estava respondendo em liberdade por outros dois casos de estupro, em que teria usado sua influência na igreja. No caso da cura gay, o pastor chegou a dizer que amava a vítima e que casaria com ela.

Após ser violentada, a criança passou por crises de ansiedade e resolveu contar sobre o crime.

A Justiça afirmou que o pastor usou em todos os casos ele usava um padrão de ataque, que seria passar óleo ungido para livrá-las do pecado.

 

+ Brasil

Para compartilhar este conteúdo, utilize o link ou as ferramentas oferecidas na página. Textos, fotos, artes e vídeos do Portal do Holanda estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral.

Copyright © 2006-2020 Portal do Holanda.