Bebê nasce prematuro após perder mãe e avó para Covid-19

Por Portal do Holanda

14/05/2021 16h37 — em Brasil

Foto: Pixabay

Márcia Caetano, de 60 anos, jornalista e assessora do deputado federal Aroldo Martins (Republicanos), e a filha dela, Isabel Moura, que estava grávida de 33 semana morreram em 14 dias, vítimas de Covid-19. O bebê nasceu prematuro após parto de emergência, em um hospital de Campo Grande, no Mato Grosso do Sul.

De acordo com o UOL, a gestante foi diagnosticada com Covid-19 e em poucas semanas o quadro de saúde se agravou e ela precisou ser intubada. Em seguida, a mãe também foi infectada e internada. As duas, que ainda não haviam sido vacinadas, foram intubadas e não resistiram às complicações da doença e faleceram com 14 dias de diferença.

Isabel deixou o bebê recém nascido, uma menina de 7 anos e um menino de 4, além do marido, o médico Rodrigo Cavalcanti.


O Portal do Holanda foi fundado em 14 de novembro de 2005. Primeiramente com uma coluna, que levou o nome de seu fundador, o jornalista Raimundo de Holanda. Depois passou para Blog do Holanda e por último Portal do Holanda. Foi um dos primeiros sítios de internet no Estado do Amazonas. É auditado pelo IVC e ComScore.

+ Brasil