Ambev e Heineken são autuadas por trabalho análogo à escravidão

Por Portal do Holanda

17/05/2021 18h47 — em Brasil

Foto: Pixabay

As empresas Ambev e Grupo Heineken foram autuadas após 23 trabalhadores seres resgatados em condições análogas à escravidão, dentro da boleia de caminhões que ficavam estacionados nas cidades de Limeira e Jacareí, em São Paulo, segundo o UOL.

No local, não tinha água potável e eles não tinham direito a alojamentos. Os trabalhadores resgatados receberão R$ 657.270 de indenização, o equivalente a R$ 28.576 reais para cada. Em nota, a Ambev confirmou o caso denunciado realmente ocorreu, e reforçou que as denúncias foram feitas sobre uma terceirizada de pequeno porte, que atua sobre demanda. A comunicação da empresa informou ainda que está tomando "uma série de medidas para poder garantir que isso não aconteça mais".

Já o grupo Heineken declarou que a companhia "repudia completamente qualquer forma de atuação que não respeite os direitos fundamentais dos trabalhadores". Em nota, a empresa alegou que não possuía vínculo direto com os motoristas, mas que eles eram contratados pela transportadora que presta serviços ao grupo.


O Portal do Holanda foi fundado em 14 de novembro de 2005. Primeiramente com uma coluna, que levou o nome de seu fundador, o jornalista Raimundo de Holanda. Depois passou para Blog do Holanda e por último Portal do Holanda. Foi um dos primeiros sítios de internet no Estado do Amazonas. É auditado pelo IVC e ComScore.

+ Brasil