Alexandre Saraiva alerta Braga Netto que desordem eleitoral pode resultar em prisão

Por Portal do Holanda

22/07/2021 12h13 — em Brasil

Alexandre Saraiva e Braga Netto. Foto: Reprodução

Manaus/AM - Após rumores de que o ministro da Defesa Braga Netto teria feito ameaças a fim de condicionar a realização das eleições de 2022 ao voto impresso, o ex-superintendente da Polícia Federal no Amazonas, Alexandre Saraiva, se manifestou em seu Twitter, nesta quinta-feira, 22, e alertou Netto que promover desordem eleitoral pode resultar de um a quatro anos de prisão.

 

Na publicação, Saraiva diz ainda esperar que a informação não seja real. “Espero que não tenha acontecido. Bom lembrar o disposto no  Código Eleitoral Art.  175 (24): Promover desordem que prejudique os trabalhos eleitorais: Pena – reclusão de um a quatro anos”, tuitou.

Saraiva publicou disposto no Código Eleitoral ao compartilhar matéria do Jornal do Brasil, onde o general Braga Neto manda recado para o despachante de Jair Bolsonaro na Câmara, deputado Arthur Lira, ameaçando impedir a realização das eleições em 2022 com um golpe militar, caso não haja voto impresso, como quer o presidente Bolsonaro.

No entanto, após a repercussão da declaração, Lira comunicou o assunto ao presidente Jair Bolsonaro afirmando que não aceitaria ameaças. 

"O Ministro da Defesa não se comunica com os presidentes dos poderes por meio de interlocutores. Trata-se de mais uma desinformação que gera instabilidade entre os poderes da República em um momento que exige a união nacional", disse Netto em nota oficial. 


O Portal do Holanda foi fundado em 14 de novembro de 2005. Primeiramente com uma coluna, que levou o nome de seu fundador, o jornalista Raimundo de Holanda. Depois passou para Blog do Holanda e por último Portal do Holanda. Foi um dos primeiros sítios de internet no Estado do Amazonas. É auditado pelo IVC e ComScore.

+ Brasil