Bolsonaro usava cloroquina para prevenir Covid-19, o que comprova ineficácia, diz especialista

Por Portal do Holanda

09/07/2020 14h51 — em Brasil

Foto: Alan Santos / PR

O presidente Jair Bolsonaro anunciou na última terça-feira (7), que contraiu o coronavírus, mas que estaria se tratando com o uso da cloroquina. 

Segundo a CNN, o infectologista Sergio Cimerman, relembrou que o presidente disse que frequentemente fazia uso profilático da cloroquina. Profilático ou profilaxia refere-se a um conjunto de precauções que tem como objetivo evitar uma doença. Um tratamento profilático é um tratamento preventivo. 

“Se ele fazia isso e desenvolveu a Covid-19, isso é evidência que o medicamento não protege. As pessoas estão tentando achar uma cura milagrosa para se encobrir os problemas que o coronavírus traz.”, disse Cimerman. 

“Existem vários trabalhos que mostram que não há evidência de que o paciente irá melhorar com o medicamento. Em 80% dos casos leves, o paciente irá se curar naturalmente da Covid-19. A população precisa saber que até o presente momento não existe nada que comprove a eficácia do medicamento.”, completou.

O infectologista relembra ainda que o uso da cloroquina pode causar efeitos colaterais como arritmia cardíaca.


O Portal do Holanda foi fundado em 14 de novembro de 2005. Primeiramente com uma coluna, que levou o nome de seu fundador, o jornalista Raimundo de Holanda. Depois passou para Blog do Holanda e por último Portal do Holanda. Foi um dos primeiros sítios de internet no Estado do Amazonas. É auditado pelo IVC e ComScore.

+ Brasil