Siga o Portal do Holanda

Brasil

Bolsonaro chama Moro de Judas horas antes de depoimento à PF

Publicado

em

Foto: Agência Brasil Foto: Agência Brasil
Foto: Agência Brasil

OPERAÇÃO SANGRIA: justificativa da PGR para prorrogar prisão de acusados


Horas antes de Sergio Moro depor à Polícia Federal neste sábado (2), em um inquérito que apura suas acusações contra Jair Bolsonaro, o presidente da República usou as redes sociais para fazer ataques ao seu ex-ministro.

Sem usar o nome de Moro, Bolsonaro voltou a repercutir o atentado contra ele feito por Adélio Bispo nas eleições, se referiu o seu ex-ministro como "Judas", e insinuou que ele tenha interferido no inquérito que apurou a facada.  "Os mandantes estão em Brasília? O Judas, que hoje deporá, interferiu para que não se investigasse? .Nada farei que não esteja de acordo com a Constituição. Mas também NÃO ADMITIREI que façam contra MIM e ao nosso Brasil passando por cima da mesma", escreveu.

Ao deixar o ministério da Justiça, Sergio Moro fez um pronunciamento com várias acusações contra Jair Bolsonaro, entre elas a de que ele teria tentado interferir nas investigações da Polícia Federal, que entre outros casos, apura a possível participação do seu filho, Carlos Bolsonaro, em um esquema criminoso de fake news.

Bolsonaro demitiu o diretor-geral da PF, Maurício Valeixo, e tentou colocar um amigo próximo da família Bolsonaro no cargo, Alexandre Ramagem, mas teve a nomeação suspensa pelo STF. 




Já leu estas ?

Para compartilhar este conteúdo, utilize o link ou as ferramentas oferecidas na página. Textos, fotos, artes e vídeos do Portal do Holanda estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral.

Copyright © 2006-2019 Portal do Holanda.