Usuário do Facebook é preso ao dizer que mulheres casadas traem os maridos

Por Portal do Holanda

12/03/2016 20h56 — em Bizarro

RIO — Um tribunal egípcio condenou este sábado um influente usuário do Facebook a três anos de prisão com trabalhos forçados depois que ele afirmou na televisão que muitas mulheres casadas no país são infiéis.

Taymour el-Sobky foi preso no mês passado e acusado por promotores de calúnia às mulheres egípcias e ataque a sua honra. Seus comentários foram feitos em um talk show em dezembro e provocaram furor.

— Trinta por cento das mulheres egípcias estão prontas para a imoralidade. Elas simplesmente não encontram alguém para incentivá-las —, disse Sobky, cuja página no Facebook chamada “Diários de um marido em sofrimento” tem mais de um milhão de seguidores. — Hoje em dia, é muito normal que as mulheres traiam seus maridos e estejam envolvidas em casos extraconjugais, enquanto seus maridos estão fora de casa.

Sobky cogitou que os casamentos arranjados na tradicional região sul do país exacerbaram o problema de infidelidade, porque as mulheres são unidas a homens que não conhecem.

Depois de suas declarações, um homem mascarado da região apareceu armado com um rifle em um vídeo postado no YouTube, onde fez uma ameaça de morte a Sobky.


O Portal do Holanda foi fundado em 14 de novembro de 2005. Primeiramente com uma coluna, que levou o nome de seu fundador, o jornalista Raimundo de Holanda. Depois passou para Blog do Holanda e por último Portal do Holanda. Foi um dos primeiros sítios de internet no Estado do Amazonas. É auditado pelo IVC e ComScore.

+ Bizarro