Compartilhe este texto

Preso morre de ataque cardíaco ao saber que escapou à pena de morte

Por Portal do Holanda

04/04/2022 14h53 — em
Bizarro


Foto: Pixabay

Um prisioneiro iraniano de 55 anos morreu de ataque cardíaco depois de saber que não enfrenta mais a pena de morte. O homem foi considerado culpado de assassinato há 18 anos, mas a sentença foi alterada depois que a família da vítima o perdoou.

De acordo com o Mirror, citando o jornal estatal do Irã Hamshahri, o homem, que usa apenas seu primeiro nome, Akbar, é do sul do Irã e foi preso junto com outros quatro por autoridades sob acusação de assassinato intencional.

Ele foi condenado junto com um cúmplice identificado como Daward, que chegou a ser executado. Akbar estava prestes a enfrentar o mesmo destino.

O homem, que tinha 37 anos na época do crime, passou o resto da vida em Bandar Abbas temendo a pena de morte. A Comissão de Solução de Controvérsias do país conseguiu recentemente convencer a família da vítima a perdoá-lo, levando à sua libertação. Inicialmente eles se recusaram, mas depois de saber de sua saúde debilitada, eles finalmente deram sua bênção.

Mas Akbar morreu antes de experimentar a liberdade novamente. Ele sofreu um ataque cardíaco depois de ser informado que a família da vítima o havia perdoado e ele não enfrentava mais a execução. Ele ainda foi levado ao centro médico, onde os médicos lutaram para salvar sua vida. No entanto, ele morreu cerca de uma hora após sua chegada.

 


O Portal do Holanda foi fundado em 14 de novembro de 2005. Primeiramente com uma coluna, que levou o nome de seu fundador, o jornalista Raimundo de Holanda. Depois passou para Blog do Holanda e por último Portal do Holanda. Foi um dos primeiros sítios de internet no Estado do Amazonas. É auditado pelo IVC e ComScore.

ASSUNTOS: Bizarro

+ Bizarro