Estudo analisa necessidade de dose de reforço na faixa de 18 a 59 anos

Por Agência Brasil / Portal do Holanda

02/11/2021 16h38 — em Bizarro

Foto: Myke Sena /MS

A prefeitura do Rio de Janeiro, a Fundação Oswaldo Cruz e o Instituto D'Or de Pesquisa e Ensino iniciaram um estudo para avaliar a necessidade da dose de reforço da vacina contra a covid-19 em pessoas de 18 a 59 anos, com esquema vacinal completo há pelo menos seis meses.

O estudo vai ser feito com nove mil voluntários que tenham recebido qualquer uma das vacinas CoronaVac, AstraZeneca/Fiocruz ou Pfizer. As vacinas disponibilizadas para a dose de reforço serão a AstraZeneca e Pfizer e a aplicação no participante será feita de maneira “cega”, quer dizer, ele não vai saber qual imunizante está sendo utilizado.

Todos os participantes serão avaliados em pelo menos três momentos diferentes ao longo de 60 dias, sendo a primeira avaliação por visita presencial e as avaliações subsequentes por meio virtual ou presencial.

Segundo a Fiocruz, a avaliação sobre a produção de anticorpos será feita em três mil voluntários, que serão acompanhados durante um ano.

Os interessados em participar do estudo ainda podem se inscrever. As informações estão no site da Fiocruz.


O Portal do Holanda foi fundado em 14 de novembro de 2005. Primeiramente com uma coluna, que levou o nome de seu fundador, o jornalista Raimundo de Holanda. Depois passou para Blog do Holanda e por último Portal do Holanda. Foi um dos primeiros sítios de internet no Estado do Amazonas. É auditado pelo IVC e ComScore.

+ Bizarro