Siga o Portal do Holanda

Forró do Chefe

Dono de casa de forró pode ter sido assassinado por traficante do CV em Manaus

Publicado

em

Foto: Reprodução Redes sociais Foto: Reprodução Redes sociais
Foto: Reprodução Redes sociais

Manaus/AM - As investigações sobre a morte de Diego Maurício Soares, 28, ocorrida na noite do último domingo (1), no bairro Alvorada, está em curso e já tem um possível motivo: a suposta ligação do rapaz, apontado como dono do “Forró do Chefe”, com uma facção criminosa.

De acordo com a polícia, Diego seria sócio do traficante Carlos Alberto Soares dos Reis, conhecido como "Carlinhos do Alvorada. Ele teria sido morto porque Carlinhos descobriu que Maurício estaria trocando informações com membros da organização Comando Vermelho (CV).

A simulação de um assalto na hora da execução seria apenas uma forma de atrapalhar as investigações. Diego foi abordado na frente de casa e baleado na cabeça mesmo depois e ter entregado o celular aos criminosos.

Carlinhos do Alvorada é acusado de matar a própria namorada, a recepcionista Bruna Freitas Rodrigues, de 23 anos. A jovem foi encontrada morta na rua Heisei, no Colônia Japonesa, bairro Parque Dez de novembro, na zona Centro-Sul de Manaus.

Horas antes de ser encontrada morta, Bruna aparece em meio a tiroteio após sair da casa de show "Forró do Chefe", que seria de propriedade de Diego. Entre os atiradores no confronto está o namorado de Bruna, Carlinhos.

No país das mulheres, homens são cidadãos de segunda classe

Para compartilhar este conteúdo, utilize o link ou as ferramentas oferecidas na página. Textos, fotos, artes e vídeos do Portal do Holanda estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral.

Copyright © 2006-2019 Portal do Holanda.