Siga o Portal do Holanda
ESCÂNDALO

Vice governador do AM dá mimo de R$ 7,4 milhões a instituto com dívida em 22 estados e com nome no Serasa

Publicado

em

 

Nos ‘cem dias’ completados nesta quarta-feira, o vice  Carlos Almeida assumiu em toda a extensão o protagonismo no governo: exonera secretários suspeitos de corrupção e pratica, ele próprio, atos suspeitos. O último foi o mimo de R$ 7,451 milhões dados ao instituto INDSH  com nome sujo e cobrado pelo Serasa  em 22 cidades. 

 

A situação do governador  Wilson Lima e de seu vice Carlos Almeida fica insustentável, diante dos documentos que ‘vazam’ diariamente, como uma consulta ao Serasa mostrando uma folha corrida extensa do INDSH, que recebeu do vice Carlos Almeida o ‘mimo’ de R$ 7,451 milhões. O pagamento foi autorizado pelo vice-governador, autor do contrato com o instituto um dia antes de deixar a Susam. Veja mais detalhes clicando AQUI

Com 38 registros de inadimplência do INDSH no SPC, a listagem registra dívidas em mais de 22 cidades, em 14 estados e no DF, do Amazonas e Pará ao RS, com dívidas de 2014 a 2018.

O Pefin/Serasa referente a pendências financeiras, indica um total de 41 ocorrências no valor de R$ 324.781,23; e o dívidas vencidas tem 13 ocorrências no valor de R$ 35.831,11.

Nos ‘cem dias’ completados nesta quarta-feira, o vice assumiu em toda a extensão o protagonismo no governo: exonera secretários suspeitos de corrupção e pratica, ele próprio, atos suspeitos.

Amedrontado com o tamanho da bronca que o povo do Amazonas lhe entregou para resolver, Wilson Lima ‘finge’ que governa, mas deixa o vice com as rédeas soltas para agir e seu modo. Veja abaixo: 

Clique para baixar arquivo

Clique para baixar arquivo

+ BASTIDORES DA POLÍTICA

Para compartilhar este conteúdo, utilize o link ou as ferramentas oferecidas na página. Textos, fotos, artes e vídeos do Portal do Holanda estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral.



Copyright © 2006-2019 Portal do Holanda.