Compartilhe este texto

Nossas escolhas produzem desastre na política e nos governos


Por Raimundo de Holanda

20/05/2022 20h51 — em
Bastidores da Política



Eleição é construção de um novo tempo, das bases de um edifício sob o qual os brasileiros (e por tabela os amazonenses) viverão os próximos quatro anos. Toda construção exige projeto, fundação, ou lá na frente aparecerão as rachaduras, com as divisões que hoje predominam na sociedade brasileira.

O grande problema é a falta do essencial: um terreno nivelado e seguro, um projeto para as fundações, porque na real você leitor é o dono de cada tijolo da nova morada.

Seu voto é a base desse condomínio e, ao construí-lo, você também está escolhendo o síndico.

Por alguma razão nossas escolhas fracassaram. No Amazonas, então…e no País, também.

Por que ? Quem fracassou? Nós, eleitores, que fizemos escolhas equivocadas, ou os administradores que venderam o que não tinham para oferecer?

Nós temos o hábito de culpá-los, mas não fazemos uma mea-culpa.

Votamos pela piada mal contada ou pelo abraço dissimulado. Votamos nos mais novos, mas não nos damos conta  que, por serem novos demais, não cresceram nem aprenderam a ver o mundo que desejamos construir.

Chegou a hora de começar a pensar o futuro, que passa  - quer gostemos ou não - pela politica, pelas escolhas que fazemos.

Começa agora uma nova construção, mas o novo tempo depende menos dos políticos que estão aí,  mas das escolhas que você vai fazer.



Raimundo de Holanda é jornalista de Manaus. Passou pelo "O Jornal", "Jornal do Commercio", "A Notícia", "O Estado do Amazonas" e outros veículos de comunicação do Amazonas. Foi correspondente substituto do "Jornal do Brasil" em meados dos anos 80. Tem formação superior em Gestão Pública. Atualmente escreve a coluna Bastidores no Portal que leva seu nome.