Bastidores da Política - Marcellus  mente à CPI e senador diz que ele e o governador Wilson Lima deveriam estar presos


Marcellus mente à CPI e senador diz que ele e o governador Wilson Lima deveriam estar presos

Por RAIMUNDO DE HOLANDA

15/06/2021 19h32 — em Bastidores da Política

  • "Se eu fosse da Justiça do Amazonas eu mandaria prender em definitivo o secretário Marcelus Campêlo e o governador Wilson Lima”, disse o senador Jorge Kajuru Reis da Costa Nasser, depois de concluir que o ex-secretário de Saúde foi à CPI da Covid apenas mentir.

O ex-secretário de Saúde, Marcellus Campêlo, fez o seu juramento de dizer a verdade e somente a verdade ao depor na  CPI da Covid. Mas não cumpriu o juramento. Mentiu o tempo todo.

Mentiu sobre o abastecimento de oxigênio em Manaus no ápice da pandemia. Trocou propositalmente as datas nas quais a empresa White Martins advertiu ao governo do Amazonas da necessidade de recompor contratos.

Mentiu sobre a criação de novos leitos de UTI no hospital Delphina Aziz.

Mentiu sobre o tempo  que o oxigênio doado pela Venezuela chegou Manaus - dois dias, segundo ele,  e não cinco, que foi o período que durou a viagem de caminhão entre a Venezuela e Manaus.

E poderia ter chegado  em janeiro (e não em 9 de fevereiro) quando o governo da Venezuela entrou em contato com o governador do Amazonas, Wilson Lima. Problemas da diplomacia brasileira e o receio do governador de contrariar o presidente Bolsonaro, retardaram a chegada. O caminhão só entrou na cidade em 9 de fevereiro, mas a Venezuela queria enviar antes.

Veja a data do Twitter do ministro das Relações Exteriores da Venezuela, Jorge Arreaza, ofertando o insumo vital para  salvar vidas em Manaus.

Campêlo não mentiu mais porque os senadores Omar Aziz e Eduardo Braga intervieram. Braga exibiu vídeo mostrando o desespero de familiares de doentes, carregando cilindros de oxigênio para abastecer os hospitais.

O ex-secretário quis inventar uma história e foi novamente desmentido pelos senadores,  ao  dizer que hoje o problema seria diferente porque a White Martins aumentou sua planta e abasteceria Manaus de oxigênio, se necessário. Não é verdade.

A empresa não ampliou sua planta. Pior, ainda hoje os hospitais de Manaus não dispõem de usinas de oxigênio e não estão  preparados para uma eventual terceira onda.

A melhor conclusão foi a do senador Kajuru, ao perguntar se Marcellus estava ali falando a verdade, e se em nenhum momento mentiu. Ao ouvir do ex-secretário que não mentiu, o senador saiu-se com essa:

"Eu termino assim, dizendo que se  eu fosse da justiça  do Amazonas eu mandaria prender em definitivo o secretário Marcelus e o governador Wilson Lima". Veja vídeo abaixo:

Raimundo de Holanda é jornalista de Manaus. Passou pelo "O Jornal", "Jornal do Commercio", "A Notícia", "O Estado do Amazonas" e outros veículos de comunicação do Amazonas. Foi correspondente substituto do "Jornal do Brasil" em meados dos anos 80. Atualmente escreve a coluna Bastidores no Portal que leva seu nome.