Bastidores da Política - 'Homens de Deus’ podem ser autorizados a furar  fila da vacina no Amazonas


'Homens de Deus’ podem ser autorizados a furar fila da vacina no Amazonas

Por RAIMUNDO DE HOLANDA

08/04/2021 19h34 — em Bastidores da Política

  • O que o deputado João Luiz (PRB-Am) pretende é fazer política. Nada mais apropriado para ele do que conquistar esse mundo onde a luz é opaca e Deus uma palavra atirada ao vento. Um mundo que deixou de ser espiritual para ser o mais capitalista possível…

A vacina chegou para desmascarar os homens públicos. Ninguém escapa da tentação de furar a fila. Primeiro, o presidente do STF, Luiz Fux, que tentou, sem sucesso, uma reserva do imunizante para os ministros e funcionários da corte. Depois uma série de eventos que  apontaram desvios na aplicação da vacina em várias cidades, entre elas Manaus. Agora, a proposta bizarra do deputado amazonense, João Luiz (PRB), de incluir líderes religiosos na lista de prioridade.

Os mesmos 'homens de Deus', que fazem campanha contra a ciência e chamam seus seguidores para encherem os templos - menos pelas orações ou pelo conforto espiritual que possam eventualmente oferecer, mas, muito mais porque sentiram que o rio de dinheiro cuja nascente estava nos bolsos rasgados de gente maltrapilha e explorada foi represado.

Essas lideres não acreditam na vacina,  nem em Deus. Acreditam no milagre do dízimo que alimenta o luxo de muitos deles.

O que o deputado pretende é fazer politica. Nada mais apropriado para ele do que conquistar esse mundo onde a luz é opaca e Deus uma palavra atirada ao vento. Um mundo que deixou de ser espiritual  para ser o mais capitalista possível - porque a religião foi transformada em um grande negócio, que explora especialmente os mais pobres, os mais desinformados, os mais fracos.
Se esses 'homens de Deus'  que lutam para reabrir templos em plena pandemia temem o vírus, precisam ser menos hipócritas e deixar de conduzir seu rebanho para o cemitério.

LEMBRETE:

Para finalizar, um lembrete aos líderes religiosos que brigam nos bastidores pelo privilégio de furar a fila da vacina,  e ao deputado: somente nesta quinta-feira morreram de Covid no Amazonas 25 pessoas. E o número de infectados em 24 HS soma 960. Isso é um dia...

Raimundo de Holanda é jornalista de Manaus. Passou pelo "O Jornal", "Jornal do Commercio", "A Notícia", "O Estado do Amazonas" e outros veículos de comunicação do Amazonas. Foi correspondente substituto do "Jornal do Brasil" em meados dos anos 80. Atualmente escreve a coluna Bastidores no Portal que leva seu nome.