Siga o Portal do Holanda
Enterros revelam que Covid não mata apenas “bundão” em  Manaus

Enterros revelam que Covid não mata apenas “bundão” em Manaus

Publicado

em

Apesar de começar a prevalecer a tese de que Manaus está imunizada contra o coronavírus, os números mostram que a realidade é outra : Do dia  1 de agosto até esta terça-feira 62 enterros de vítimas de Covid 19 foram registrados.  Os dados são da secretaria que administra os cemitérios da cidade. É verdade que as mortes recuaram em relação a maio-junho. Mas também é verdade que o vírus continua matando.

O que intriga são as mortes ocorridas em casa, sem diagnóstico claro.  São em média cinco por dia, e que podem estar inseridas nas “falhas”de notificação”, ou nas  subnotificações, que só mais tarde são reconhecidas como Covid. O argumento das autoridades é questionável: “os testes demoraram a ser liberados”.

Onde a saúde não é prioridade, e nem sequer chegou-se  a cogitar em testes em massa da população, a manipulação de dados pode ser uma prática. Pode...

Acompanhar os enterros e suas causas parece ser o melhor caminho para detectar o avanço ou não da doença, porque há  uma clara tendência  do governo em  esconder dados - uma prática que ajuda a disseminar  a Covid, atenta contra a vida das pessoas, enquanto empurra o rebanho para as ruas.

Como ninguém quer ser “bundão”- só eles pegam a doença e morrem, segundo o presidente Bolsonaro, todo mundo sai pra rua, soltando as frangas para o vírus, que continua ativo e  mortal

PS: Bolsonaro se referiu a jornalistas "bundões", que, segundo ele, morreriam se pegassem a Covid. LEIA AQUI

BUNDÃO É O JAIR, DIZ DATENA


+ BASTIDORES DA POLÍTICA

Para compartilhar este conteúdo, utilize o link ou as ferramentas oferecidas na página. Textos, fotos, artes e vídeos do Portal do Holanda estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral.

Copyright © 2006-2020 Portal do Holanda.