David mentiu ao dizer que matéria deste Portal sobre seu governo era fake

Por RAIMUNDO DE HOLANDA

17/11/2020 20h11 — em Bastidores da Política

A blindagem contra a verdade,  que vem sendo utilizada especialmente no mundo da política  é o maior problema da democracia. Dizer que uma noticia é falsa, quando ela traduz fato  concreto, real, documentado, é uma forma de agressão à liberdade de imprensa.   É preciso ser perverso e não ter escrúpulos para construir a sua própria  "verdade", de forma dissimulada e  espalhá-la nas redes sociais no melhor estilo  Goebbels,( Paul Joseph Goebbels) propagandista de Adolfo  Hitler,  que adotava esse método de contra-informação para esconder a realidade e confundir a opinião pública.

Pior é  quando juízes, ao serem chamados a decidir questões relativas a liberdade de imprensa, não perceberem que o “querelante”  é o mentiroso. 

A censura a textos que demonstram a realidade dos fatos é um tapa na cara da democracia, subverte o sentido da lei e desqualifica o magistrado. Muitos  deles não percebem que, nos recursos contra textos publicados, com denúncias baseadas em fatos,  há  propósitos  ocultos  de poder. 

Este Portal tem sido vitima de contra-informação. A prova é o documento abaixo, expedido pelo Ministério Público de Contas, que embora  não cite o “reclamante", reporta-se a fatos ocorridos durante o seu breve governo interino.  O documento fala por si mesmo. Fake é ele quem produz, ao   subverter a verdade e tentar levar informação falsa à opinião pública. Leia o que diz o MPC:

Abaixo a tentativa de desqualificar uma informação verídica, que  reporta-se não a pessoa física do candidato, mas ao governo dele, onde foram atestadas as irregularidades que a matéria aponta, segundo o documento que o Ministério Público de Contas(MPC) expediu a nosso pedido. 

VERDADE, a matéria é verdadeira e não fake, como espalhou o candidato .